Missão

Resolver problemas complexos de conectividade em todo o mundo utilizando inteligência de dados e tecnologia.

Visão

Nos tornar referência em inovação no mercado de telecomunicações e realizar uma ativação internacional até 2022

Valores

Trabalho em equipe, protagonismo, empatia e desenvolvimento pessoal.

Inaugurado cabo submarino que conecta Brasil à Europa

Foi inaugurado na cidade de Sines, em Portugal, o primeiro cabo submarino de fibra óptica que interliga diretamente o Brasil e Europa.

A outra extremidade do cabo, ficará ancorado na Praia do Futuro em Fortaleza e esse será 16º cabo a fazer parte do ponto de troca entre continentes e Países no local.

Internamente, esse ponto de troca deverá se comunicar com os pontos de troca nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro através de cabos tópicos já existentes pela malha de fibra nacional.

Atualmente, a comunicação existente entre o Brasil e o continente Europeu é estabelecido através de uma conexão com os Estados Unidos e de lá os dados são enviados para a Europa.

O novo cabo lançado pela empresa Ellalink com incentivo do Ministério da Ciência e Tecnologia e a União Europeia levou 10 anos entre a sua ideação e conclusão agora no último dia 1º de junho.

O projeto recebeu investimento de cerca de 56 milhões de reais do governo brasileiro, quase 160 milhões de reais da Comissão Europeia e quase 1 bilhão de reais da EllaLink.

Com mais 6000 km de cabo lançado, analistas preveem que a latência deverá ser metade da atual para os serviços situados no continente europeu. Com isso, negócios digitais, serviços em nuvem, bancos eletrônicos, mídia de entretenimento e jogos online devem se beneficiar com a nova rede, pois esses requerem baixas latências e menores taxas de erro para seu bom funcionamento.

Curiosidade: Em 1874, veio o primeiro cabo totalmente submarino do país; inaugurado por D. Pedro II, ele conectava Rio de Janeiro, Salvador, Recife e Belém. No ano seguinte, foi criada a linha para ligar Recife, João Pessoa e Natal. Ainda em 1875, Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá, participou da organização e do financiamento da instalação do primeiro cabo submarino internacional no país; instalado pela British Eastern Telegraph Company, ele conectou o Brasil a Portugal.